Conselho de Segurança planeja reunião por atrito entre as Coreias

Países trocaram disparos nesta terça-feira; dois soldados sul-coreanos morreram


PARIS - O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) deve convocar uma reunião em caráter de urgência para tratar dos recentes disparos entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul, informou uma fonte diplomática francesa nesta terça-feira, 23, à agência de notícias AFP. A reunião deve ocorrer em um ou dois dias.

"Está em preparação uma reunião urgente do Conselho. A França é a favor da mesma", disse a fonte, que deu as declarações sob condição de anonimato.

Pouco antes, a ministra de Relações Exteriores francesa, Michele Alliot, pediu por meio de comunicado que a Coreia do Norte "acabe com as provocações".

Segundo a agência de notícias sul-coreana Yonhap, os disparos do norte atingiram a ilha de Yeonpyeong, que fica perto da fronteira marítima dos dois países, no Mar Amarelo. Ao menos dois soldados morreram. EUA e Rússia condenaram a ação norte-coreana. A Coreia do Sul afirmou que o ataque viola o armistício firmado em 1953, no fim da guerra da Península Coreana.

Os dois países se encontram tecnicamente em conflito desde que a Guerra da Coreia (1950-1953) foi encerrada pelo armistício em vez de um tratado de paz. Desde então, o acirramento das tensões entre as duas nações asiáticas é frequente.

Um dos episódios mais recentes dos atritos entre os países foi o afundamento do navio sul-coreano Cheonan. Seul acusa Pyongyang de estar por trás do ataque, que matou 46 marinheiros. A Coreia do Norte, que está sob pressão pelas suspeitas de estar ampliando seu programa nuclear, nega.

Fontes: Agência Estado - Agências

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails