Evo Morales e suas declarações racistas

Boliviano deu entrevista ao jornal espanhol 'El Mundo'.
Ele criticou o novo governo dos Estados Unidos.


Reportagem do jornal espanhol em que o boliviano Evo Morales critica Barack Obama (Foto: Reprodução/El Mundo)

O presidente boliviano, Evo Morales, criticou seu colega americano Barack Obama e o comparou compará a seu antecessor, George W. Bush, em uma entrevista ao jornal espanhol "El Mundo" nesta segunda-feira (21).


"Acho que o negro está sendo o melhor aluno do branco: Bush. Chego a essa conclusão depois dos meses que Obama tem como presidente", declarou Morales ao falar sobre os Estados Unidos depois de indagado sobre a chamada de atenção feita pela secretária de Estado americana, Hillary Clinton, ao governo boliviano por manter relações com o governo do Irã.

"Não vamos permitir paternalismo de nenhum país do mundo. Acabaram as atitudes de caráter colonial, pelo menos enquanto eu for presidente. Hillary Clinton se equivoca ao me advertir, ao me ameaçar, ao me mostrar um cartão amarelo. E agora, com mais força, vamos continuar tendo relações com países revolucioáarios e anti-imperialistas", afirmou.

Morales disse lamentar que Obama "esteja se desgastando em tão curto tempo".

"Eu poderia dar aulas para ele sobre como melhorar sua imagem e isso trabalhando pela igualdade, pela vida de nossos países. É lamentável que um irmão negro, com seus pais discriminados, como o movimento indígena, faça essa política", afirmou ainda.

"Acho que o negro está sendo o melhor aluno do branco: Bush", concluiu.

Comentário do BGN




Não é a primeira vez que o Sr. Evo Morales, utiliza termos racistas contra Obama.  Assim percebesse claramente seu desvio de conduta. Se tivesse feito esta declaração, estando em território brasileiro, teria cometido um crime tipificado pelo código penal e inafiançável.


Para o Sr. Evo Morales, todos aqueles que não aceitam sua ideologia marxista falida, estão errados e não merecem respeito. Mas evidentemente, todos merecem respeito.


Mas é bem provável que não possamos esperar atitudes respeitosas por parte do Sr. Evo Morales, talvez porque não tenha aprendindo as lições que a sra mãe dele certamente ensinou.


Ao mesmo tempo, ele exige respeito, mas não hesitou em roubar o patrimônio da Petrobrás em solo boliviano. Investimentos feitos por uma empresa do governo brasileiro com o dinheiro do contribuinte brasileiro.


É de se lastimar que nosso governo nada fez para impedir ou fazer com que o Sr. Evo Morales, devolvesse o patrimônio surrupiado ao povo brasileiro.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails