Papa vira alvo de protestos em Londres

Bento XVI faz vigília ao ar livre com 80 mil fiéis e enfrenta multidão cobrando punição aos padres pedófilos.

Protestos em Londres, exigindo punição aos padres pedófilos/Reprodução: TV Globo

O papa Bento XVI reuniu milhares de fiéis no terceiro dia de visita ao Reino Unido. À tarde, foi alvo de protestos que paralisaram o Centro de Londres.

Uma viagem difícil, com o tema da pedofilia dominando os discursos. Na missa na catedral católica de Westminster, Bento XVI chamou de mártires as vítimas de abuso sexual por religiosos e expressou a sua dor e humilhação por esses crimes, que chamou de inqualificáveis.

O Papa se comoveu ao encontrar cinco vitimas de abuso. No Hyde Park, Bento XVI rezou para um publico de 80 mil pessoas, entre aplausos e protestos.

Nos primeiros dias da visita foram pequenos protestos. Mas, neste sábado (18), mais de 10 mil pessoas participaram da manifestação no Centro de Londres. Foi um acontecimento inédito para o papa Bento XVI, enfrentar uma passeata como esta durante uma visita de estado.

A multidão pedia punição imediata aos padres pedófilos, liberação dos preservativos, sacerdócio para mulheres e o reconhecimento da união dos homossexuais. Bento XVI encerra neste domingo (19) a viagem ao reino unido com a beatificação de um cardeal anglicano que se converteu ao catolicismo no século 19.


Fontes: G1 - TV Globo

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails